Menu

Apenas Um Show

A ironia do nome

Apenas Um Show é um desenho desenvolvido por J.G. Quintel para o programa do Cartoon Network, o “Cartoonstitute”, um projeto que busca permitir a jovens artistas desenvolverem episódios pilotos para novas series do canal. Mas, ele é realmente apenas um show? Obvio que não! Eu tenho certeza que os escritores usam várias drogas ilícitas para escrever os episódios.

A história

A turma do parque e seus amigos estranhos. Tem até o Lemmy Kilmister ali no cantinho.

Aqui acompanhamos a turma do parque formada por Mordecai, um gaio azul de 23 anos, estudante de arte apaixonado pela Margaret, uma garça garçonete, no original e dublado pelo criador da série; Rigby, um guaxinim de 23 anos adepto da lei do menor esforço e totalmente inconsequente; Benson, uma máquina de chicletes gerente do parque com sérios problemas de raiva; Pairulito, um velho estranho com a cabeça gigante, ele parece um pirulito; Saltitão, um sábio yete imortal de 150 anos de idade e que não anda, saltita, dublado originalmente pelo glorioso Mark Hamill, o Luke Skywalker; Musculoso, um sujeito estranho que adora fazer piadas com a própria mãe e por fim o Fantasmão, um fantasma com uma mão na cabeça.

Pensa o seguinte: Você tem um amigo de longa data. Os dois estudaram juntos, se “formaram” juntos e trabalham juntos. São preguiçosos (admitam, muitos de vocês dão uma morgada no trabalho). Sempre começam o dia com tarefas simples, mas de repente ESTÃO NO ESPAÇO DENTRO DE UM MECHA PATO LUTANDO CONTRA UM GANSO ROBÔ DE 4 CABEÇAS! Com direito a uma abertura idêntica aos animes mais marcantes da nossa infância. Fácil de imaginar né? Os episódios sempre começam com premissas simples, abordando inicialmente uma situação corriqueira como pedir um aumento, tentar marcar um encontro, comer besteiras, dar um primeiro beijo na garota, mas a coisa sempre, SEMPRE acaba despirocando para uma seção de non-sense divertidíssima. Cheia de referências, a série busca atingir não somente o publico cativo do canal, mas também os jovens adultos e pais nostálgicos, com trilhas sonoras vindas direto dos anos 80, referências a seriados antigos, filmes, jogos de RPG, video game (os caras jogam um Atari e acham o top da tecnologia) e muito mais, tudo o que nós curtimos durante toda a nossa vida esta lá.

Um pato, mecha, surfando em uma guitarra, no espaço. Qualquer argumento seu e inválido.

Uma boa safra

Atualmente, ouso dizer que o Cartoon está passando por uma boa safra de séries. Começou com Hora de Aventura e Apenas Um Show, depois veio Titio Avô (esse provavelmente seja o mais fraco entre todos), recentemente Clarêncio, o Otimista (esse vale um post, é muito foda também), Steven Universo e Irmão do Jorel (série nacional muito foda). Esse grupo de shows me remete imediatamente aos tempos em que Laboratório de Dexter, Johnny Bravo, A Vaca e o Frango e seus derivados dominavam as tardes do Cartoon e alegravam todos que assistiam, tanto crianças quanto adultos, depois tivemos um período de entre-safra onde tivemos o inesquecível As Terríveis Aventuras de Billie e Mandy. Pode ser nostalgia, mas esses desenhos marcaram a minha geração e eu sinto que essa nova safra vai marcar também a geração atual. São desenhos descompromissados, divertidos e, algumas vezes, tocantes.

Voltando ao assunto original…

5, 6, 7, 8…… Nos dê um aumento, Otário!

Foi dito pelo criador, J.G. Quintel, que muitas histórias da série surgiram de experiências pessoais na faculdade. Sendo assim, temos momentos bastante pessoais e de fácil identificação com o público que o programa busca atingir(o primeiro episódio, onde Mordecai e Rigby querem pedir um aumento e sensacional, o episódio da friendzone e muito foda), seja se divertindo com os amigos (o episodio do par ou impar, non-sense total) ou saindo com a garota, isso, claro, antes de tudo despirocar e virar uma viagem louca de ácido. Para mim, é o melhor cartoon da safra atual (sim, melhor até que Hora de Aventura), com 6 temporadas (indo para a sétima) e um filme muito foda, espero que continue por muito tempo alegrando a minha geração e a atual com seu humor non-sense ao mesmo tempo que nos mostra alguns valores como a honestidade, lealdade e compaixão.

 

 

flw, vlw

Joseph
Amante de HQs e de seus derivados, acho o Batman um Bucha e que o melhor Coringa de TODOS OS TEMPOS e o Cesar Romero. Eu gosto do Superman casando o Jimmy Olsen com uma gorila mal humorada.

Video em Destaque

Teaser de Black Desert Mobile