Menu

DPF – Departamento de Polícia da Física – Mudança de Paradigma

O que aconteceria se as leis da física como conhecemos começassem simplesmente a falhar? É essa a premissa principal de DPF – Departamento de Polícia da Física, série do selo Vertigo, que nos últimos anos vem apostando bastante em histórias com cunho policial e tramas de ação – em contramão aos títulos de magia, horror e ocultismo que sempre ditaram as regras.

Na trama de DPF – Departamento de Polícia da Física, Mudança de Paradigma as leis da física começam a falhar e ocorrer surtos como: mudanças na gravidade, bolhas transdimensionais, tornados quânticos, universos paralelos, etc… etc… etc… Para “suprir” esses erros, é criado o Departamento da Polícia de Física, com profissionais que tratam justamente de reparar esses erros.

A ideia é legal, e a HQ não deixa de ser interessante, fazendo muitas analogias as leis clássicas da física e usando conceitos legais para distorcê-los, em alguns momentos funcionando como uma história de divulgação científica. Porém mesmo com essa premissa interessante a história não consegue passar da classe do “legal”, o que vemos é uma trama muito mais política do que propriamente de Sci-fi, onde o DPF que é coordenado pelo Governo, passa por dificuldades e a iniciativa privada está louca para abocanhar o seu quinhão no ramo. Com conspirações aqui e ali, sobra pouco espaço para os lapsos e bizarrices físicas.

Os “eventos” são até interessantes em teoria, mas quando são acompanhados na HQ não surpreendem em nada: algumas pessoas levitando aqui e ali, viagens no tempo e distorções coloridas dão vida ao lado Sci-fi da coisa, mas convenhamos falar de universos paralelos e realidades alternativas numa mídia que já faz isso desde a década 80 pelo menos é quase redundante – esses eventos chegam a ser ingênuos se comparados à toda psicodelia já destilada por Grant Morrison e Alan Moore em milhares de páginas de HQ’s.

No mais é isso, uma boa HQ para se ler se estiver com tempo, mas que não se destaca de nada que já não tenha sido feito até hoje. Talvez se o foco fosse propriamente dito a ficção científica – como fez Matrix à alguns anos – o material fosse mais interessante, mas de uma forma geral é uma história corriqueira!

 

 

Nome Original: FBP – Federal Bureau of PhysicsFlecha-3_5

Roteirista: Simon Oliver

Arte: Robbi Rodriguez, Rico Renzi (cores)

Selo: Vertigo

Arco: Edições de 01 à 07

Italo
Graduando em Biologia pelo amor às variadas formas de vida e suas estratégias de sobrevivência, tenho prazeres simples como ouvir a chuva ou observar o céu noturno. Fã de música, filmes e jogos em geral, minhas maiores viagens são pelas folhas de um bom livro.
  • Vai ser foda achar o pdf dessa hq ” DPF ” = ” PDF ” rs rs

    • Thaineh Souza

      tô sofrendo aqui com isso hahaha Só encontrei o volume 2 pra comprar

      • Rs rs, eu achei em inglês completinha mais foi foda por causa do nome kkkk

    • Italo Aleixo de Faria

      Nossa mano… kkkkkkkkk

  • kosmo

    DPF fala das mesmas coisas das HQs de super-heróis, mas talvez seu grande mérito seja justamente fazer isso sem a miscelânea que Morrison ou Moore costumam fazer. A arte é bem legal, incluindo o processo de colorização, o roteiro não é nada óbvio e faz uma mistura dificil de dar certo:policial com sci-fi. Funcionou bem e é a grande novidade do momento. Fora do padrão, mas inteligente, com personagens bem construídos e nada massante!

    • Natália Maria

      Seu comentário foi mais convincente do que o texto em si.

Video em Destaque

Teaser de Black Desert Mobile