Menu

O Vilarejo

Um compilado de acontecimentos macabros sem nenhuma atmosfera e com muito apelo visual.

Escrito por Raphael Montes- jovem escritor brasileiro que já trabalha em roteiros de série e cinema – O Vilarejo chegou com um certo estardalhaço, com excelente impressão, belas gravuras coloridas e rodeado de elogios. O excelente trabalho de marketing vendeu bem o Stephen King brasileiro…

A premissa é interessante: um certo tradutor (o próprio Raphael Montes) consegue estranhos manuscritos de uma tal Elfrida Pimminstoffer: textos antigos, escritos em uma língua perdida e que já haviam sido de posse de um demonólogo. Os textos em questão são 7 contos – cada um baseado em um pecado capital – que apresentam acontecimentos macabros envolvendo os moradores de um estranho vilarejo.

A trama que parece prometer uma história sinistra nos moldes de Lovecraft, peca em ser simples, sem nenhum tipo de aprofundamento ou desenvolvimento. A velocidade em que a obra é narrada, cria personagens com pouco ou nenhum desenvolvimento, com contos rápidos que partem logo para o desfecho. O apelo aqui é causar com cenas macabras, e doses de “gore”, mas sem um embasamento maior, sem um cenário convincente e com personagens sem carisma, tudo não passa de uma narração de alguns assassinatos aleatórios.

O Vilarejo tenta abraçar o sobrenatural, mas não escapa do mundo real, e mesmo o suposto personagem sinistro que linka os contos, não convence como vilão.

Talvez o maior pecado do livro seja a alta expectativa, uma vez que chamou atenção da “crítica” (leia-se marketing), que o comparou com Stephen King… Histórias de terror conseguiram ser eternizadas em poucas páginas, por nomes como: Edgar Allan Poe, Lovecraft, King, Chris Priestley (que supostamente escreve para o público infantil), Álvares de Azevedo, etc… mas não é o caso com O Vilarejo!

 

Título Original: O VilarejoFlecha-2_5

Autor: Raphael Montes

Ano: 2015

Páginas: 93

 

Italo
Graduando em Biologia pelo amor às variadas formas de vida e suas estratégias de sobrevivência, tenho prazeres simples como ouvir a chuva ou observar o céu noturno. Fã de música, filmes e jogos em geral, minhas maiores viagens são pelas folhas de um bom livro.

Parceiros

Video em Destaque

Nintendo Switch