Menu

Stranger Things

Depois de super heróis, guerra contra o tráfico, política, etc… o Netflix agora ataca com o saudosismo. A essa altura do campeonato você já deve ter ouvido falar do novo sucesso do Netflix, lançado quase que do nada nesse último fim de semana, Stranger Things já se tornou febre entre os usuários do serviço de streaming. Dessa vez o Netflix acerta diretamente o coração de milhares de usuários saudosistas, trazendo de volta elementos que ficaram nos longínquos anos 80 e hoje são lembrados apenas como “Clássicos da Sessão da Tarde”.

Aquele estilo que outrora fez tanto sucesso na década de 80, hoje é considerado datado e relegado ao passado,  mas Stranger Things bebe dessa fonte de referências com tanto carinho e eficiência que é difícil não se encantar. A trama começa com o desaparecimento de um garoto depois de ser atacado por uma estranha criatura. A partir disso tem-se início várias frentes de busca de seu paradeiro: por parte de sua mãe – que começa a ter lapsos de loucura; por parte da policia local; e por parte de seus inseparáveis amigos. A trama complica quando entra na história uma estranha garota chamada Eleven, que por sua vez também está sendo procurada, mas pelo Governo!

Stranger-Things-3-Joyce

Misturando terror, suspense, mistério, investigação policial e diversão, Strange Things não chega a ser sublime, mas caminha tranquilamente  na linha do competente e agradável. A trama em si não traz nada de original, todos os eventos que vemos já foram utilizados dezenas de vezes, tudo está lá: o grupo de amigos nerds que sofre bullying; a mocinha que se apaixona pelo atleta mau caráter; o cara isolado e estranho que é apaixonado pela mocinha; o policial problemático que quer resolver tudo e apagar os erros do passado; os agentes governamentais do “mal” … mas a coisa toda é feita com tanta paixão que é difícil não se encantar com a obra.

A trama é simples e não traz muitas novidades, a história basicamente segue os diversos personagens em sua busca pelo paradeiro de Will, o grande chamariz é o clima em que tudo é conduzido: a atmosfera de segredo, mistério e terror é muito bem emulada e as vezes você se sente perdido naquelas pequenas cidades apocalípticas escondidas em algum lugar do EUA. A diversão por outro lado está em alto nível, cada núcleo de personagens reage de uma forma diferente aos acontecimentos: os adultos perdidos e sem saber o que fazer, tentando dar um sentido a tudo; os adolescentes com os suas complexas relações sociais e luta por status;  e o grande ponto alto da série, as crianças, que encaram tudo como uma grande partida de RPG, onde a união, amizade e a coragem são os elementos essenciais para se darem bem. Stranger Things  pode ser considerado um singelo encontro entre ET – O Extraterrestre e Stephen King.

stranger-things-season-1-05

Com relação a qualidade técnica, as obras do Netflix dispensam qualquer comentário – afinal a empresa vem dando um show no quesito produção de séries – e com Stranger Things não é diferente, se por um lado o roteiro é bastante simples em essência, outros elementos se destacam bastante, como a trilha sonora que captou bem a alma oitentista – com acordes eletrônicos de teclados e sintetizadores – e como a atuação  de todo o elenco: todos os personagens dão um show a parte e tem seus próprios dramas bem desenvolvidos, destaque para: a novinha Millie Brown, que encanta todo mundo com a calada e simpática Eleven; David Harbour que interpreta o chefe de polícia Hopper, no início um típico policial cuzão e arrogante, mas que se desenvolve muito bem ao longo da trama, quando sua história e competência vão sendo revelados; e não poderia deixar de citar Winona Ryder, atriz que andava sumida, mas dá vida a uma desesperada e perturbada Joyce, disposta a fazer de tudo para trazer o filho de volta, numa atuação digna de destaque.

A primeira temporada de Stranger Things tem 8 episódios e é uma história fechada – com início meio e fim – embora mantenha inúmeros ganchos para uma possível continuação (segunda temporada já foi confirmada).

Apesar de simples, assistir Stranger Things não é ver algo banal ou datado, é assistir uma obra atual feita com tudo de bom que marcou o cinema na década de 80, como uma boa homenagem que esperou todos esses anos sendo aprimorada para fazer bem seu papel.

 

Título Original: Stranger ThingsFlecha-4_5

Canal: Netflix

Ano: 2016

Episódios: 08

 

Italo
Graduando em Biologia pelo amor às variadas formas de vida e suas estratégias de sobrevivência, tenho prazeres simples como ouvir a chuva ou observar o céu noturno. Fã de música, filmes e jogos em geral, minhas maiores viagens são pelas folhas de um bom livro.

Parceiros

Video em Destaque

Nintendo Switch